sábado, 13 de janeiro de 2018

Leituras desassossegadas #6

O Livreiro – Mark Pryor

"Hugo Marston decide comprar um livro raro ao seu amigo Max, o idoso proprietário de uma banca de obras antigas. Poucos minutos depois, Max é raptado. Vivamente surpreendido com o acto, Marston, chefe de segurança da embaixada americana em Paris, nada consegue fazer para impedir o raptor. Marston inicia então uma investigação destinada a encontrar o livreiro, recrutando a ajuda do seu amigo Tom, um agente da CIA.
A busca de Hugo revela que Max é, afinal, um sobrevivente do Holocausto que mais tarde se converteu num caçador de nazis. Estará o rapto ligado ao sombrio passado de Max ou aos misteriosos livros raros que vendia?" (sinopse)

Eu tinha tantas expectativas em relação a este livro, tantas, tantas! Primeiro, porque, apesar de se passar actualmente, o tema era a Segunda Guerra Mundial e o Holocausto (achava eu). E depois, porque era sobre a Segunda Guerra Mundial e o Holocausto. O autor tinha tanto por onde pegar, tanto para desenvolver e senti que ficou aquém. Aquém da história, aquém da narrativa, aquém das minhas expectativas.

É um bom livro, no geral, não digo que não. Mas a capa chamativa, com as frases "Um livro raro. Um sobrevivente do Holocausto. Uma história perfeita para todos os que gostam de livros" prometia mais do que o que deu. É um 3/5 na minha opinião.



Agora, vou-me dedicar aos irmãos Karamazov. Nunca li nada desta envergadura nem nenhum clássico russo, por isso estou muito ansiosa para começar! Vamos ver como me saio. 

2 comentários:

  1. Nunca li Os Irmãos Karamazov, mas já li o Noites Brancas do mesmo autor e adorei! Dostoiévski foi um génio da literatura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para já, estou a gostar bastante d'Os Irmãos Karamazov!! Quem sabe se o "Noites Brancas" não é o próximo. Quero, sem dúvida, ler mais literatura russa no futuro.

      Beijinhos!

      Eliminar

As séries que ando a ver #4

Agora que já estou mais ou menos habituada ao mundo do trabalho e já tenho as minhas rotinas, já me consigo organizar melhor e fazer com qu...