quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Roma #3

Olá, olá, olá! Post novo sobre Roma, esta incrível cidade histórica. Começamos o nosso segundo dia cedinho no Coliseu, para não o apanharmos cheio de gente, como certamente estaria à tarde. Comprámos um bilhete que nos dava entrada para o Coliseu, para o Foro Romano e para o Palatino e começámos, então, a nossa jornada pela história.

Então, começámos o dia pelo incrível Colosseo. Construído com concreto e areia, é o maior anfiteatro alguma vez construído. Agora, um pouquinho de história sobre o Coliseu: a sua construção começou sob o imperador Vespiano em 72 d.C. e foi concluído em 80 d.C. com o seu sucessor e herdeiro Tito e podia aguentar, estima-se, entre 50 000 a 80 000 espectadores, com audiência média de 65 000. O Coliseu foi usado para concursos de gladiadores e espectáculos públicos, caças de animais, execuções, reconstituições de batalhas famosas e dramas baseados na mitologia clássica.

Apesar de estar parcialmente destruído devido aos danos causados por terramotos e ladrões de pedra, o Coliseu ainda é um símbolo icónico da Roma Imperial. Entrar no Coliseu é como voltar no tempo, então não devem mesmo perder esta atracção em Roma.

Para conhecerem bem o Coliseu são precisas algumas horas (2-3 horas) e devem ir bem preparados: devem levar uma garrafa de água, roupas confortáveis e um chapéu.

Depois de visitar o Coliseu, fomos ao Foro Romano, que é mesmo pertinho do anfiteatro. O Foro Romano, também conhecido como "berço da lei", e o Palatino são um voltar no tempo assim como o Coliseu.

Ficam aqui algumas fotos! 









Sem comentários:

Enviar um comentário

Leituras Desassossegadas #14

E Agora, Zé-Ninguém? – Hans Fallada «Alemanha, finais dos anos 20. Apesar da grave crise económica que afecta a vida de muita gente, Jo...