sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Leituras desassossegadas #7

Os irmãos Karamazov – Fedor Dostoievski 

Bem, para começar, dizer-vos que este livro foi o mais longo que eu já li. A edição que tinha cá em casa estava dividida em 3 volumes, o que me facilitou imenso a leitura. No entanto, lá mesmo para o final senti o peso deste livro, e admito que já estava um pouco cansada da história. Contudo, vale totalmente a pena! Sem dúvida, um livro extraordinário.

Edição já muito antiga!!!

«Os Irmãos Karamazov é uma das mais geniais criações literárias de todos os tempos. Analista rigoroso do comportamento humano, Dostoievski traz à tona o próprio sentimento de culpa pelo assassínio do pai. O autor debate de uma forma sublime as infindáveis dicotomias da natureza humana, revelando uma inquietação que é já a do homem moderno. Um marco da literatura universal, influenciou pensadores como Nietzsche e Freud, que o considerava "o mais extraordinário romance alguma vez escrito", e sucessivas gerações de escritores em todo o mundo.»

Acho que este livro vai ficar para sempre na minha memória. O livro retrata a vida de 3 irmãos: Dmitri, Ivan e Aliocha Karamazov. Embora filhos do mesmo pai, tiveram educações e trajectos muito diferentes que acabaram por moldar a personalidade de cada um. O pai, o velho Fedor Pavlovitch Karamazov, é um pai distante, que nunca quis saber da educação dos seus filhos e que enriqueceu, basicamente, à custa das ex-mulheres.


Eu não me quero alongar muito sobre este livro, já que ele ainda ecoa na minha cabeça e tenho medo de vos dizer mais do que posso e estragar o encanto do mesmo! Se o Freud disse que era o livro mais extraordinário já escrito, vale a pena tentarem, certo? 

2 comentários:

  1. Comprei essa obra, da edição Relógio d'Água, e estou ansiosa para começar a ler :)

    ResponderEliminar

Leituras Desassossegadas #14

E Agora, Zé-Ninguém? – Hans Fallada «Alemanha, finais dos anos 20. Apesar da grave crise económica que afecta a vida de muita gente, Jo...