segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

The Post - Movie 36

Fevereiro é o mês para ver os filmes indicados aos Oscars. Normalmente, tento sempre ver o máximo que conseguir antes da Cerimónia, mas quase sempre só vejo mesmo os nomeados para a categoria de Melhor Filme. Vejo os nomeados para as outras categorias depois. No ano passado, só vi mesmo o Moonlight e, vejam só, foi o que ganhou. Este ano, para já, já vi o Dunkirk (aqui) e vi, este fim-de-semana, o The Post.

Um filme com Merly Streep e Tom Hanks, realizado pelo Spielberg, vale sempre a pena. The Post está nomeado para Melhor Filme e Melhor Atriz (Merly Streep, obviamente) e é sobre "A improvável parceria entre Katharine Graham (Streep) do Washington Post, a primeira mulher na liderança de um dos principais jornais norte-americanos e Ben Bradlee (Hanks), o editor do jornal, na corrida com o New York Times para expor um dos maiores encobrimentos de segredos governamentais que durou três décadas e passou por quatro presidentes americanos. Num filme empolgante, os dois protagonistas têm de ultrapassar as suas diferenças enquanto arriscam as carreiras e a própria liberdade para desenterrar verdades há muito escondidas do público." (retirado do site de Cinema NOS)

Basicamente, o filme todo é sobre o papel dos jornais e dos jornalistas, se devem informar a população ou guardar segredos de Estado e proteger a segurança nacional. Em causa está o futuro do jornal e a repressão feita pela administração Nixon, com a possibilidade de irem parar à prisão por não cumprirem uma ordem judicial.

A mensagem principal deste filme, na minha opinião, é a liberdade de imprensa. Apesar de se passar na década de 70, o tema da liberdade de imprensa está bastante actual. Quem diria, não é? Em pleno 2018, em plena democracia, a liberdade de imprensa (ainda) é discutida. Ainda hoje, a imprensa sofre com pressões por parte dos Governos, mesmo em países que se dizem civilizados (incluindo Portugal).

Gostei bastante deste filme, mas não sei se será suficiente para ganhar. No entanto, em 2016, foi um filme também sobre jornalismo que arrecadou o prémio do Melhor Filme – Spotlight – quando estavam nomeados filmes como o The Revenant, The Big Short ou Room. Vamos lá ver o que vai acontecer este ano.

Outra coisa que eu achei curiosa foi o papel dado ao feminismo. De forma subtil, é certo, mas foi. Logo no início do filme quando Kay vai para uma reunião com banqueiros e investidores, ao entrar, só vemos homens. Ela é a única mulher. No final, depois da decisão do tribunal, vemos Kay, desta vez, rodeada de mulheres. Dois momentos emblemáticos.

Não segui Jornalismo, mas penso que, se fosse uma pessoa mais extrovertida, era algo que poderia ter sido o meu futuro. Gosto do jornalismo de reportagem, daquele que vai à procura de histórias e que não se "acanha" com nada. Nestes tempos é difícil, mas também o era na década de 70, como mostra o filme.

Por último, deixo-vos uma citação do filme, que acho que faz todo o sentido e que devia ser a regra de todas as redacções: "A imprensa serve aos governados, não aos governantes". 


*Post inserido no projecto Movie36*
A criadora do projecto é a Carolayne "Lyne" Ramos, do blogue "Imperium"
A parceira oficial é a Sofia Costa Lima, do blogue "A Sofia World"
Os restantes participantes:
Inês Vivas, "VIVUS"
Vanessa Moreira, "Make it Flower"
Joana Almeida, "Twice Joaninha"
Joana Sousa, "Jiji"
Alice Ramires, "Senta-te e Respira"
Cherry, "Life of Cherry"
Sónia Pinto, "By the Library"
Francisca Gonçalves, "Apenas Francisca"
Carina Tomaz, "Discolored Winter"
Sofia Ferreira, "Por onde anda a Sofia"
Rosana Vieira, "Automatic Destiny"
Inês Pinto, "Wallflower"
Abby, "Simplicity"

2 comentários:

  1. É um filme que quero muito ver! Talvez seja a minha licenciatura em jornalismo a falar mais alto, mas gosto sempre de ver filmes sobre jornalismo. O "Spotlight", por exemplo, foi um filme de que gostei muito.


    A Sofia World

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não sou de Jornalismo, mas também gosto muito de ver filmes deste género. Até já fui pesquisar mais filmes deste tipo e tudo :)

      Beijinhos

      Eliminar

Londres #1

Novembro foi mês de ir passear a terras de Sua Majestade. Moderna e histórica, marcada pela inovação e elegância, de cultura singular, Lond...