quarta-feira, 18 de abril de 2018

Berlim #3

O terceiro dia foi mais para relaxar e aproveitar para me despedir da cidade. A manhã foi ocupada com o Museum für Naturkunde, um museu de história natural. O museu abriga mais de 30 milhões de espécies, entre as quais as zoológicas, paleontológicas e mineralógicas e é famoso por duas exposições mundialmente reconhecidas: o maior esqueleto de dinossauro montado no mundo, o Giraffatitan, e por uma espécie extraordinariamente preservada da primeira ave conhecida, a Archaeopteryx lithographica. Fundado em 1810, é o maior museu de história natural na Alemanha. E, claro, que a minha exposição favorita foi a dos dinossauros. Foi o único museu que visitei em Berlim e vale totalmente a pena!

A estação de metro que vai dar ao museu... INCRÍVEL!



Nada assustador o bicho...
Conforme vos disse, no meu último dia de Berlim, esteve bastante sol e temperaturas amenas. Nós aproveitamos para relaxar no James Simon Park, um parque atrás da Berliner Dom. Sentámo-nos numa esplanada virada para o rio, a ver os barcos (e o tempo) a passar. Soube-me pela vida e, às vezes, quando o stress aperta, só me apetece voltar para lá, levar com aquele solinho na cara e aproveitar o bom tempo e a cidade. Um dos meus locais preferidos em Berlim!



A última praça que visitámos em Berlim foi a Alexander Platz, a praça mais conhecida da cidade. Da praça já conseguimos ver o Berliner Fernsehturm (Torre da Televisão), inaugurada em 1969. É o ponto mais alto da cidade, com 365 metros de altura, sendo mais alta que a Torre Eiffel e a 2º maior da Europa. Possui uma visão 360º da cidade e um restaurante giratório, cuja volta demora cerca de 20 minutos.


Vimos, ainda, a Câmara Municipal de Berlim, conhecida como Rotes Rathaus.


A cidade inteira é muito moderna e cheia de cultura, arte, criatividade e com uma atmosfera vibrante! Estive 3 dias em Berlim, mas ainda ficou muito, muito para ver. Sem dúvida que é uma cidade para regressar!


Kennedy, em 1963, afirmou: "Ich bin ein Berliner". Saí da cidade, também, a sentir-me berlinense. Recomendo, recomendo, recomendo!

Sem comentários:

Enviar um comentário

TAG séries

Nos últimos tempos, não tenho visto quase série nenhuma. São raros os dias em que tenho tempo ou que não estou demasiado cansada para ver a...