segunda-feira, 16 de abril de 2018

Leituras Desassossegadas #11

Alerta Vermelho – Bill Browder

«Alerta Vermelho é uma história real e impressionante que revela o lado mais atroz do regime de Vladimir Putin. Fraude, corrupção, chantagem, perseguição, extorsão e tortura são termos que surgem recorrentemente neste livro corajoso, explosivo e revelador, que denuncia os segredos mais obscuros do poder russo.
Bill Browder, CEO da Hermitage Capital, uma das empresas de fundos de investimento mais bem-sucedidas do mundo, foi o maior investidor estrangeiro na Rússia até 2005, altura em que foi subitamente proibido de entrar no país. Em Novembro de 2009, Sergei Magnitsky, o advogado que representava Browder no processo contra o governo russo, foi isolado numa cela gelada de uma prisão de Moscovo, algemado e espancado até à morte por oito agentes policiais. O seu crime? Ter testemunhado contra os funcionários do Ministério da Administração Interna da Rússia, envolvidos no roubo de 230 milhões de dólares pagos em impostos pela Hermitage.
Apesar de todas as provas e factos apresentados contra as autoridades russas, até agora o caso não foi investigado e os responsáveis por esta morte brutal continuam impunes.
Inconformado, Bill Browder denuncia e expõe em Alerta Vermelho o retrato de um governo russo criminoso e sem escrúpulos, e as estreitas ligações de Vladimir Putin com as oligarquias corruptas.» [sinopse]

Este livro chamou-me a atenção logo pela capa e pela contracapa, e especialmente pelo "como em tornei o inimigo nº1 de Putin", e prendeu-me desde a primeira página. Browder começa por contar a sua história de vida, desde o facto de ser neto de um dos mais importantes líderes do Partido Comunista dos EUA até ter sido dos primeiros investidores a descobrir que a Europa de Leste dava muito dinheiro. Conta-nos a sua vida, profissional e pessoal, até chegar ao momento em que tudo mudou: quando decidiu investir na Rússia.

Ao longo do livro, vamos percebendo a realidade russa, a importância das oligarquias, a presença da corrupção em todos os sectores públicos, a forma como a lei não significa absolutamente nada. A certa altura, Browder afirma que "a Rússia não era um Estado de direito; era só um Estado de homens. E esses homens eram bandidos." Acho que esta frase é a que melhor descreve este livro e a intenção do autor em publicá-lo: mostrar ao mundo a corrupção, o crime e a violência na Rússia do século XXI.

Browder torna-se um activista dos direitos humanos, sobretudo em defesa do seu amigo e advogado, Sergei, que morreu às mãos de oito agentes policiais, depois de meses de sofrimento em celas nas mais variadas prisões de Moscovo. Depois de muita luta, Browder e a sua equipa conseguiram que fosse aprovada a "Lei Magnitsky" nos EUA, uma lei que impõe interdições de vistos e congelamento de activos a funcionários públicos envolvidos na morte de Magnitsky. Esta lei é um passo importantíssimo na defesa dos direitos humanos e Browder está a tentar expandi-la ao máximo pelo mundo, sendo o seu próximo passo fazê-la passar no Parlamento Europeu.

Quase no final do livro, Browder deixa uma mensagem a todas as pessoas que o leram. Vou aqui reproduzi-la:
«Tenho de admitir que há fortes possibilidades de Putin ou membros do seu regime conseguirem matar-me um dia. Como qualquer outra pessoa, eu não quero morrer e não faço tenções de os deixar matarem-me. Não posso dar a conhecer a maioria das medidas que tomo para me manter em segurança, mas vou mencionar uma: este livro.
Se eu for assassinado, saberão quem o fez. Quando os meus inimigos lerem este livro, eles saberão que vocês conhecem a verdade. Por isso, se simpatizam com esta busca por justiça, ou com o destino trágico do Sergei, por favor partilhem esta história com o máximo de pessoas que puderem. Esse simples ato manterá o espírito do Sergei Magnitsky vivo e fará mais pela minha segurança do que qualquer exército de guarda-costas.»

Recomendo imenso este livro! Se o lerem, e também gostarem, façam como Bill Browder pede e partilhem a história do Sergei Magnitsky com o máximo de pessoas que conseguirem! 



Sem comentários:

Enviar um comentário

Pensamentos Aleatórios #9

Viciadíssima em Elite . Vi hoje o primeiro episódio por acaso, e duvido que chegue ao fim do dia sem a temporada vista. Quando estreou, e ...